Diferente 2016!

Desejo que todos tenham um 2016 Diferente a começar pela consciência. Como dizia Einstein, tolice é fazer as coisas do mesmo jeito e esperar resultado diferente.
Muitos, milhares de brasileiros ou outros povos desejam um próximo ano melhor, com mais alegrias, mais dinheiro, mais amor, mais saúde, mais educação e por aí a fora. Nunca conheci alguém que desejasse ser menos feliz do que já é, ao contrário, desejamos perpetuar nossos momentos de felicidade.
Por isto, para ter um ano melhor além de ter pensamentos otimistas é preciso ter atitudes diferentes. Sugiro a você não colocar a culpa nos outros, nos políticos, no seu cônjuge, no seu chefe, no mercado, no câmbio. Não empurrar a vida com a barriga aliás, melhor mesmo é nem ter barriga, porque é sinal que você está se mexendo e saiu da sua zona de conforto, fazer o que ainda não foi feito, ter novos erros, deixar novos espaços na mente, abrir mão de modelos que estão ocupando espaço demais e não te levaram ao resultado desejado.
Livre-se do rancor e das mágoas que te impedem de avançar ou retomar uma amizade perdida. Neste momento, além de reciclar embalagens é importante reciclar também seus sentimentos e especialmente suas crenças. Se continuar apegado aos seus pensamentos antigos você corre o risco de repetir coisas que não estão te fazendo feliz. Mas vale um alerta, cuidado com o que tirar pois algumas crenças sustentam a pessoa que você é e valores morais merecem ser atualizados ou mantidos.
A sua vida, a nossa sociedade e o nosso país serão exatamente o que nós fizermos com nossas atitudes e escolhas, nem mais, nem menos. Se tudo estiver ruim, todos somos responsáveis. Se tudo mudar, é porque nós mudamos. Se o resultado em 2016 for melhor do que 2015 é porque nós nos responsabilizamos, assumimos nossa parte e fizemos muita coisa diferente.
Que a exceção de existir pessoas honestas dite a regra, que a exceção de pessoas felizes tome mais espaço, que a escassez de possibilidades se torne abundância, que empresas e seus líderes pensem de forma mais sistêmica e além da pontinha do seu próprio nariz, porque não dá pra ir bem em um país que vai mal e que pais negligentes tornem-se mais conscientes.
Coloque o medo de lado, afaste pessoas pessimistas, afaste a preguiça, afaste a arrogância, a competição que humilha, agarre a coragem, o medo que te coloca em estado de alerta e faça um 2016 diferente. Inspire-se, mova-se, colabore, aprenda, realize, sorria, de gargalhadas, cante, ame, sonhe, chore e comemore. Afinal, para que você está nesta vida?
Beijo carinhoso do meu coração para o seu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *